Produtos

Aspectos Relevantes

  • Inspeção e Classificação: ao recepcionar os veículos a carga é inspecionada e se procede a descarga com o acompanhamento do classificador.
  • Liberação dos veículos: ao finalizar a descarga o classificador informa a balança as considerações finais do material como impurezas a ser descontada e ser for o caso devolução total ou parcial, ao chegar a portaria o motorista retira o ticket de pesagem com todas as informações

Classificação da Sucata

  • Impureza: Todos os tipos de sucata devem estar isentos de materiais não metálicos e não ferrosos
  • Quanto a origem:
    • Industrial: sucata resultante de qualquer processamento industrial
    • Obsolescência: sucata resultante de todos os materiais considerados obsoletos e irrecuperáveis para o uso a que se destinavam originalmente
  • Quanto às características físicas:
    • Quanto à massa específica aparente (densidade aparente), a sucata pode ser:
      • leve: massa específica aparente inferior ou igual a 0,6 t/m3
      • pesada: massa específica superior a 0,6 t/m3

Epecificação da Sucata

Cavaco e/ou viruta de aço: sucata proveniente da usinagem de peças de aço

Estamparia: sucata de aço carbono comum, solta e sem revestimento metálico, pintura, esmaltação composta de retalhos provenientes de processos de estampagem

Cavaco de ferro fundido: sucata proveniente da usinagem de peças de ferro fundido

Estamparia revestida: sucata de aço carbono comum, solta e com revestimento metálico ou pintura ou esmaltação composta de retalhos provenientes de processos de estampagem

Sucata tesourada: sucata de aço proveniente da preparação de sucata mista de prensa tesoura com densidade mínima de 0,5 t/m3 e comprimento máximo de 800mm, na maior diagonal

Mista: sucata de obsolescência em geral, leve, solta, composta por bens de consumo e materiais descartados ao fim de sua vida útil, por exemplo, chaparia de veículos (para-lamas, cabines, carrocerias, portas), eletrodomésticos em geral (fogões, geladeiras máquina de lavar) automóveis inteiros, latas, tambores e bicicletas

Sucata triturada (shredder): sucata de aço-carbono, geralmente obtida a da preparação de sucata mista em trituradores (shredders), solta, com densidade mínima de 0,8 t/m3

Sucata graúda: sucata de aço-carbono, geralmente obtida a partir de obsolescência de máquinas, equipamentos, bens de consumo ou diretamente de processos industriais, por exemplo, tratores, tanques, grandes estruturas, chapas, vigas, tubos e perfis, composta por peças com uma ou mais dimensões superiores a 800mm na maior diagonal e espessura superior a 3mm

Forjada: sucata gerada no processo de forjamento de peças de aço. Possui níveis variáveis de elementos de liga residuais, especialmente Cr, Ni, Mo e V

Sucata estrutural: sucata de aço-carbono pesada, geralmente obtida a partir de processos de oxicorte e corte mecânico ou diretamente de processo industrial com comprimento máximo de 800mm, na maior diagonal e densidade mínima de 0,8 t/m3 e espessura superior a 3mm

Sucata miúda: sucata de aço de composição química variada, com revestimento metálico ou não, por exemplo, pedaços de tubos, mandíbulas, molas, parafusos, peças automobilísticas, barras mecânicas, material ferroviário miúdo, com dimensões inferiores a 800mm na maior diagonal

Sucata de ferro fundido: sucata de ferro fundido gerada no descarte/obsolescência de peças e componentes que apresentam seus principais elementos de liga (C, Si, Mn, S, P) com teores variados em sua composição, por exemplo, blocos de motores, refugos e canais de fundição, bases de máquinas, tampões, grelhas, tambores de freios, carcaças de caixas de marcha e diferenciais, lingoteiras, tubos, matrizes de estampagem